Rancid – Let The Dominoes Fall

Publicado: 30 de dezembro de 2009 em Lançamentos e Novidades


Depois de longos 3 anos de espera, saí o novo do album do Rancid em 2009, Let The Dominoes Fall assim como todos os discos do Rancid é uma festa completa sem hora para terminar.
A cada album o Rancid adota uma sonoridade especifica, sem esquecer é claro a sua escencia principal, o Punk Rock. No Debut album auto intitulado e no album seguinte, o Let’s Go a banda apresenta para o mundo um Punk Basico, cru e sem frescuras, no badalado …And Out Come The Wolves a banda já entra no clima festeiro com mtos Ska, Rocksteady entre outros subgeneros do Punk Rock, Life Won’t Wait consegue ser mais versatil do que qualquer obra já lançada pelo The Clash, totalmente o inverso do album seguinte, Rancid (2000) é o cumulo da nervosisse, disco altamente, pesado, distorcido, e desesprado, em Indestructible devido a assinatura do contrato com uma major houve o flerte do Punk Rock com o pop.
Já em Let The Dominoes Fall podemos afirmar que o Rancid mesclou todos os elementos dos cd anteriores, e a festa se inicia com o Punk Rock East Bay Night, de melodia simplora, com os roucos e poeticos vocais de Tim Armstrong, jogo ganho. Do lado Punk Rock temos ainda This Place, a setentista New Orleans, The Bravest Kids, L.A. River, You Want It You Got It, Locomotive, e a toda poderosa (na minha opinião) Damnation, uma das melhores (senão a melhor) faixa do disco.
Os Ska’s também se fazem presentes em Let The Dominoes Fall em grande numero com: Up To No Good, I Ain’t Worried, Dominoes Fall, Liberty And Freedom, That’s Just The Way It Is Now um verdadeiro Reggae jamaicano.
No entanto as principais surpresas do album são as inclusões de duas faixas acusticas: Civilian Ways e The Highway ambas remetem aquele clima praieiro, surfista.
Musicalmente falando, o Rancid continua redondo, as melodias selvagens, as guitarras sujonas, o Sr. Matt Freeman fazendo merecer o titulo de melhor baixista do genero, e os vocais Lars Frederiksen merecem todo os destaque do mundo devido tamanha agressividade, Disconnected é um grande exemplo, além da já citada New Orleand.
Se você caro Punker estava esperando por um album basico como o S/t de 1993 ou Let’s Go, ou algo agressivo como Rancid 2000, pode ser que você venha a se decepcionar um pouco com Let The Dominoes Fall, mas eu recomendo que você volte a ouvir ele com mais atenção, afinal não se trata de um album de uma banda qualquer, trata-se de Rancid, uma das maiores bandas de Punk Rock surgidas nos 90, que se manteve fiel a sua sonoridade e aos seus principios ao contrario de muitas que se venderam comercialmente, que descobriram a formula de ganhar dinheiro fazendo operas rock, ou que até mesmo encerraram suas atividades.
Vida longa ao Rancid, vida longa ao Punk Rock

Nota: 8.0

Ao som de Rancid – Damnation

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s