OFF! – Wasted Years

Publicado: 2 de abril de 2014 em Hardcore, Lançamentos e Novidades, Resenhas
Tags:, , , ,

OFF!
E finalmente foi descoberta a “formula rejuvenescedora do rock”, e atribuímos o título de inventor desse grande experimento para o Sr. Keith Morris, um respeitável senhor de 58 anos de idade com resquícios de calvice porém portador de um imenso dredlock. O mesmo possuí uma vasta experiência no ramo de atuação contendo em seu currículo passagens em duas das maiores instituições do Punk Rock/Hardcore da história, Black Flag (1976 – 1979) e Circle Jerks (1979 – 1989).
No entanto é com o seu mais novo experimento que Sr. Morris tem sido louvado constantemente: OFF! o simples nome desse grandioso experimento produzido ao lado dos também químicos experientes: Dimitri Coats (Burning Brides) na guitarra, Steven McDonald (Redd Kross) no baixo e Mario Rubalcaba (Rocket From The Crypt) na bateria, tem causado ebulições por onde passa e até virando peça de moda graças ao  Anthony Kiedis do Red Hot Chili Peppers (lembraram do boné dele agora?), e justamente desse grande feito que a humanidade foi contemplada com Wasted Years, o fruto novo dessa grande experiência.
Wasted Years o tão aguardado álbum do OFF! logo na primeira audição já agrada a todos, a formula que colaborou para o culto e unanimidade favorável a banda está presente no disco: Guitarras gritantes, diretas e repletas de microfonias, baixo em sincronia com as quebradas desconcertantes da bateria do mestre Mario Rubalcaba fazem cama para o velho reclamão Keith Morris berrar suas letais palavras de ordem, tudo isso em menos de dois minutos de música.
Porém mesmo com esses ingredientes Wasted Years carrega uma destreza sonora (no bom sentido) em relação ao álbum antecessor auto-intitulado lançado em 2012, ele vem igualmente pesado, porém mais direto e não tão veloz quanto o aclamado álbum de estréia, na verdade Wasted Years é um ode ao Punk Rock dos anos 70 de bandas como Ramones, Television, Richard Hell and The Voidoids e Buzzcoks, mas com um toque de midas OFF! tudo rispidamente barulhento, canções como Legion of Evil, No Easy Escape, Over Our Heads e It Didn’t Matter To Me transparece claramente isso.
A velocidade Hardcore que fez o OFF! ganhar súditos pelo mundo todo aparece logo na dobradinha de abertura Void You Out e Red White and Black, a primeira alias foi a primeira música do álbum a ser disponibilizada para audição. Outros destaques ficam por conta de Exorcised, All I Can Grab e a levada quase Hard Rock de Time’s Not On Your Side.
Hypnotized com certeza é cereja do bolo, além de ser uma canção grandiosa – e também a mais longa da banda com dois minutos e quinze segundos!!! – ela já possuí um videoclipe fantástico no maior estilo Kick Ass, com as participações especiais de David Yow (Vocalista do Jesus Lizard) e Jack Grisham (Vocalista do TSOL). Épico.
Numa época onde o Rock sofre uma imensa crise criativa, com bandas pré-fabricadas, moldadas com o mesma textura e contexto sonoro, comportamental e visual, o OFF! surge como um dedo em riste à esse bom mocismo chato e reascende aquele ar rebelde que se perdeu no tempo.
Obrigado por nos rejuvenescer Sr. Morris
Volte sempre!!!

Nota: 10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s