Shows

Céu e o show que não teve…

2014-05-18 16.52.07 No último final de semana aconteceu na cidade de São Paulo pelo décimo ano consecutivo a Virada Cultural, evento organizado pela prefeitura da Cidade que durante 24 horas oferece inúmeras opções de entretenimento cultural como música, teatro, cinema, dança e até mesmo gastronomia. Eu particularmente já estive presente em outras edições da Virada e sou um grande admirador do evento que é um verdadeiro encontro de tribos e principalmente um leque de variações de música da melhor qualidade. E entre os inúmeros artistas que iriam se apresentar na Virada Cultural esse ano, incluindo ai a volta aos palcos do grandioso Ira! Um show que me seduziu de tal forma para estar presente lá seria o da Cantora Céu interpretando o clássico disco Catch a Fire do Bob Marley, show que aconteceria no palco montado na Avenida Rio Branco. A escolha por esse show seria por dois motivos, primeiro por ser um fã incondicional da Céu, acho ela uma cantora espetacular e uma das melhores vozes dessa nova geração de artistas da MPB, seu vozeirão poderoso lembra divas jazzistas dos anos 60,e seu último material de estúdio o sensacional disco Caravana Sereia Bloom (2012) é na minha humilde opinião um dos melhores álbuns parido pela musica brasileira nos últimos anos, e o segundo motivo e o mais importante que me levava a deslocar do interior paulista em domingo a tarde até São Paulo seria pela interpretação do clássico disco Catch a Fire, o álbum de estreia do genial Bob Marley, que dispensa qualquer tipo de apresentações. Catch a Fire está no meu top 100 de discos favoritos facilmente, retrata o inicio de toda a cultura e estatização da

As duas capas de Catch a Fire, a orginal com nome de The Wailers e depois sob o nome de "Bob Marley and The Wailers"
As duas capas de Catch a Fire, a orginal com nome de The Wailers e depois sob o nome de “Bob Marley and The Wailers”

musica jamaicana, o reggae, para o mundo. Na época em que foi lançado o disco levava o nome da banda The Wailers que contava com Bob Marley como o vocalista principal e mais um time de feras como Peter Tosh nos vocais teclados e guitarra, além da cozinha mais que perfeita dos irmãos Barret: Aston (Baixo) e Carlton (Bateria), sem contar a participação mais do que especial do mestre Robbie Shakespeare tocando contrabaixo na sensacional Concrete Jungle. As letras todas escritas por Marley já carregava todo um cunho ideológico e de total repudio a situação social da época, um verdadeiro grito dos excluídos em canções como a já citada Concrete Jungle, além de Slave Driver e o clássico Stir It Up. Enfim um disco para ser reverenciado e louvado. Tinha tudo para ser uma tarde memorável, uma verdadeira celebração ao legado de Bob Marley embalado com a melhor voz da música brasileira dos últimos anos, tinha se não tivesse caído uma chuva torrencial que alagou todo o palco, dispersou a plateia que se escondeu dentro de agencias bancárias e demais estabelecimentos nas redondezas, mas que fez a alegria dos ambulantes que começaram a comercializar capas de chuva. O show estava marcado para ás 17 horas, e faltava apenas dez minutos para o inicio da apresentação quando a cantora Céu apareceu no palco e sem microfone agradeceu a presença de todos, pediu desculpas, mas disse o que era óbvio, o show não poderia ser realizado, Céu lindíssima foi ovacionada pela plateia que pediu para que cantasse à capela mesmo, ela sorriu, distribuiu beijos e acenos e abandonou o palco que estava complemente alagado. 2014-05-18 16.52.10 A insatisfação era geral e rapidamente abandonamos o local do show, até que de repente somos surpreendidos com um carro de luxo deixando o local no mesmo momento, era a Céu, muitos correram para alcança-la e algumas fãs conseguiram parar o carro para entregar alguns presentinhos para cantora, que mesmo debaixo de chuva abriu a porta do carro e recebeu os presentes, até que esse que vos escreve tomado pela emoção tem a “brilhante” ideia de entrar no carro para tirar uma fotografia com a cantora, entrei, sentei ao lado dela que me olhava com um misto de medo e graça, mas não tive tempo de acionar a câmera do celular, fui rapidamente retirado do carro pela segurança do evento, o Maximo que consegui foi essa foto.

Pode não parecer mas é a Céu dentro do carro falando no celular.
Pode não parecer mas é a Céu dentro do carro falando no celular.

Deixei São Paulo de volta para o interior triste por não ter presenciado um show que seria memorável, mas ao mesmo tempo contente por ter essa história para contar, não vi Céu cantando a obra de Bob Marley, mas sentei por alguns minutos ao lado de uma das maiores cantoras nacionais dos últimos tempos e que tem sobretudo capacidade e moral suficiente de interpretar um dos maiores nomes da musica mundial.

E se naquele momento eu pudesse dizer alguma coisa pra ela eu diria:
– Ei Céu, para de chover!!!

E de alento para nós, fiquemos com esse show que o canal Bis passou na integra de Céu interpretando “Catch a Fire”: https://www.youtube.com/watch?v=EbP89TkbQl4

E o download do áudio pode ser feito nesse link aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s