Sonic Highways é a prova que o Foo Fighters é a melhor banda da atualidade.

Publicado: 17 de outubro de 2014 em Foo Fighters
Tags:, ,

maxresdefault
Estréia hoje nos Estados Unidos, no Canal a cabo HBO, a série Sonic Highways, que registra os bastidores das gravações do novo cd do Foo Fighters, que leva o mesmo título.
Definido pela banda como o trabalho mais ambicioso já realizado, Sonic Highways foi gravado em oito cidades diferentes dos Estados Unidos, com a premissa de captar a atmosfera e cultura musical de cada região.
As cidades escolhidas foram Austin, Chicago, Los Angeles, Nashville, Nova Orleans, Nova York, Seattle e Washington. “Cada uma um verdadeiro templo sagrado da música”, como disse o próprio vocalista e guitarrista Dave Grohl.
A série terá oito episódios, e cada um abordará uma das cidades escolhidas, mostrando a cultura musical, entrevistando celebridades da musica da determinada região e principalmente os bastidores das gravações de cada música, e no final de cada episódio a música gravada será apresentada na íntegra.
Sonic Highways, a série, conta com as participações especiais de Joan Jett, Chuck D (Public Enemy), Dolly Parton, Willie Nelson,William Pharrell, Ian MacKaye (Minor Threat e Fugazi), Slash, Paul Stanley (Kiss), o produtor Steve Albini, e até mesmo o presidente dos Estados Unidos Barack Obama, entre outros.

Veja o Trailer oficial de Sonic Highways:

Mais uma entrevista especial da banda falando sobre a série:

O Cd que será lançado mundialmente no dia 10 de Novembro, conta com as participações de peso como Ben Gibbard (Death Cab For Cutie), a jovem Country Star Carrie Underwood, e o grande Rick Nielsen do Cheap Trick, entre outros. Tudo sob produção de Butch Vig, que produziu o aclamado álbum anterior da banda, o Wasting Light (2011), além da obra prima Nevermind do Nirvana.

Todos esses atributos faz de Sonic Highways o álbum mais aguardado do ano e alça os Foo Fighters como a banda mais importante da atualidade, é claro que pra quem me conhece e sabe do carinho que tenho pelo quinteto de Dave Grohl, vai achar que exagerei na afirmação, mas vamos aos fatos:

1 – Foo Fighters a banda que mais movimenta a indústria fonográfica
FooFighters-Grammy
No ano de 2005 o mercado fonográfico já começava a enfrentar duras crises graças ao compartilhamento ilegal de músicas pela internet, qualquer banda que lançasse um disco na época, era fortemente comprimido com o vazamento e download ilegal do mesmo na internet, comprometendo as vendagens do álbum. E foi justamente nessa época que o Foo Fighters lançou o audacioso álbum In Your Honor, em uma época onde não se lançava mais discos duplos, Grohl não só assinou a empreitada como declarou que o disco duplo seria divido da certa forma: um disco seria elétrico e o outro acústico.
Não deu outra, In Your Honor foi um dos discos mais vendidos do ano com 1.442.000, só nos Estados Unidos, teve como carro chefe a canção Best Of You, hoje o seu maior sucesso, e chegou a ser indicado ao premio Grammy na categoria melhor álbum de rock, perdendo para o U2 (com o álbum How to Dismantle an Atomic Bomb).
Seis anos depois, após uma pausa de quase um ano, os Foo Fighters voltam à ativa gravando aquele que seria o seu maior lançamento desde então, Wasting Light foi uma verdadeira volta às origens do conjunto, foi todo gravado de forma analógica, em gravadores de fita, e na garagem do Dave Grohl, as gravações também foram gravadas e documentadas no filme “Back and Forth” que ganhou o Grammy de melhor documentário musical, e como ação de divulgação a banda passou a apresentar o álbum na íntegra em shows secretos em pequenos clubes americanos, fez uma apresentação ao vivo no tradicional programa do David Letterman, emulando os Beatles na ocasião ao trajar ternos e ter a apresentação transmitida em preto e branco. E depois fez uma pequena tour tocando na garagem dos fãs. Essas ações alavancaram as vendas de Wasting Light o fez um dos álbuns do ano, chegando a vender na primeira semana 619.000 cópias, tornando um dos discos mais vendidos da carreira do grupo.
Agora com toda essa ação e expectativa por trás de Sonic Highways, alguém duvida que ele será o álbum mais vendido do ano?

2 – Foo Fighters é a única banda de rock atual que toca ROCK.
foo-fighters-video-52ef64cd0ca81

Há quem diga que o Rock acabou na virada do milênio, não acredito no falecimento do estilo, mas compactuo da idéia que as novas bandas surgidas do gênero são todas genéricas, com a mesma proposta, a mesma sonoridade, e tão profundas quanto um pires.
Bandas como Band Of Horses, TV On The Radio, Vampire Weekend, Capital Cities, Kaiser Chiefs, Black Keys, The Killers, Imagine Dragons e mais um trilhão que parecem ter sido fundadas na prancheta do mesmo publicitário, todas com a mesma sonoridade de música de comercial de celular e de perfume de grife. As guitarras nas bandas citadas acima são acessórios de luxo, o pedal de distorção ficou trancafiado no armário, enquanto batidas eletrônicas e melodias dançantes faz a cabeça dos fãs coxinhas que transformam os shows em pista de dança.
Já o Foo Fighters veio da escola do Rock Clássico e do Punk Rock de Washington, na efervescência do estilo da década de 80, a guitarra é o instrumento máximo com direito há três dentro da banda.
Em Sonic Highways a banda presta um tributo a verdadeira música americana em sua natural essência, injetando uma dose de rock autentico em mundo que hoje é formado por mauricinhos que acham que tocam algo.

3 – Da sua geração, o Foo Fighters é a banda mais notável.
dave-grohl-foo-fighters-lollapalooza-brasil

Vamos voltar no tempo, ano de 1995, após um ano da morte de Kurt Cobain, o automático fim do Nirvana e o nascimento do Foo Fighters, o Rock vivia um dos seus períodos mais frutíferos dentro do mercado mainstream. O Punk Rock voltava a ser cultuado graças aos seus novos representantes: The Offspring, Green Day, Rancid. A música alternativa estava radiante com o surgimento das bandas Bush, Silverchair, Weezer e da cantora Alanis Morissette, além da consolidação de nomes como Oasis, Smashing Pumpkins, No Doubt, Stone Temple Pilots e R.E.M.
Dezenove anos se passaram e como está a carreira dessas bandas? A Punk Class de 1994 continua na ativa, mas sem o alcance midiático de outrora, com exceção do Green Day que ainda faz sucesso com o público adolescente, mas depois que descobriu a formula da opera rock, lança disco atrás de disco apostando no formato megalomaníaco e chato. O Bush voltou a ativa esse ano, com cd novo, mas sem o estouro de Machinehead. Gwen Stefani foi se aventurar em carreira solo e mergulhou no mundo pop trazendo isso pra sonoridade do No Doubt que lançou um fraquíssimo disco recentemente. O Weezer de Rivers Cuomo acaba de lançar um excelente disco, o Everything Will Be Alright In The End, pedindo desculpas pelos os três últimos lançamentos horríveis, e os grandes Silverchair e Oasis, além do trio do Michael Stipe encerraram as suas atividades.
Enquanto isso o Foo Fighters continua na ativa, conquistando novos fãs e crescendo mais e mais, principalmente em território nacional já que a primeira apresentação do grupo em solo brasileiro foi no ano 2001 com parte do Line Up da terceira edição do Rock In Rio, e onze anos depois a banda veio com headliner da primeira edição do Lollapalooza no país, e no começo do ano que vem tem quatro shows agendados em quatro capitais brasileira.

Pra completar a grandeza da banda, essa semana em virtude do lançamento do documentário, o Foo Fighters está todos os dias no tradicional programa Late Show do David Letterman, a cada dia a banda toca um cover na companhia de um convidado especial.
Na segunda feira tivemos a presença do músico Zac Brown no cover de War Pigs do Black Sabbath.

Na terça foi a vez das irmãs Wilson do Heart detonarem na canção Kick It Out.

Quarta o Blues falou alto com a participação de Tony Joe White na clássica Polk Salad Annie.

E ontem Dave Grohl foi para bateria e Taylor Hawkins para vocal para uma versão de Stiff Competition do Cheap Trick com a participação mais do que especial de Rick Nielsen.

Ontem também foi o lançamento oficial da nova música de trabalho do grupo a insana Something From Nothing, produzida por Steve Albini, a música contou com a participação de Rick Nielsen e foi gravada na cidade de Chicago, o que ficou evidente devido a sonoridade que tem pequenas passagens de Funk/Soul, além da letra que retrata o incêndio que ocorreu na cidade no ano de 1871.
Uma amostra mais do que perfeita do que podemos esperar de Sonic Highways.

Hoje além do lançamento da série, e da ultima parte da residência da banda no programa do Letterman, o canal HBO exibirá em sua pagina no Facebook as 00:59 no horário de Brasília o show “Foo Fighters Sonic Highways: Live from the Cubby Bear”. No site oficial do fã clube Foo Fighters Brasil, tem todas as informações de como assistir o show.
E uma notícia muito importante para os fãs brasileiros, a série será exibida aqui no Brasil a partir do dia 30 de Novembro no canal Bis.

Depois de tudo isso ainda lhe resta dúvidas de que o Foo Fighters é a maior banda da atualidade?

 

 

Anúncios
comentários
  1. Julio Cesar disse:

    SH vai ser épico!

  2. […] Sonic Highways é a prova que o Foo Fighters é a melhor banda da atualidade. […]

  3. […] já noticiamos aqui em alguns post’s atrás, o canal HBO tem exibido semanalmente (todas as sextas à noite) a série […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s