Circuito Banco do Brasil – Campo de Marte/SP – 01/11/2014

Publicado: 3 de novembro de 2014 em Beatriz Sanz Fala, Shows
Tags:, , , , , ,

paramore-10
Por Beatriz Sanz

Bem, eu já falei sobre o show (ou teria sido sobre os fãs?) de Paramore…

Agora vou falar sobre o Circuito Banco do Brasil como um todo.

Para começar, foi meu primeiro Festival com atrações internacionais e só por isso já merece destaque.
Antes de começar a falar das atrações musicais do evento eu gostaria de chamar a atenção para dois pontos que considero cruciais: A organização do evento foi quase que infalível e outros festivais brasileiros devem se pautar neste modelo e a desorganização do paulistano.
Este destaque negativo é importante para que as pessoas dessa cidade que tanto amo tomem consciência! Havia lixo por toda a parte na fila e como a organização foi QUASE infalível não havia lixeiras próximas, por isso o lixo feito dentro do espaço do Campo de Marte também era de um volume imenso. Espero não me deparar com isso nos meus próximos festivais.
Portões abertos às 13horas, ainda houve quem fosse dar uma olhada na Copa Brasil de Skate Vertical.

Agora sim, podemos começar com a música! A Banda Helga, ganhadora do Concurso VOZPRATODOS, deu às boas-vindas ao público e levantou a galera!

Depois foi a vez de Pitty. A eterna e mais que nunca atual musa do novo rock brasileiro destruiu corações, levou o público às lágrimas e à loucura ao mesmo tempo, cantando grandes singles como “Máscara” e “Me Adora” e futuros sucessos como “Serpente” e “Sete Vidas”, do disco homônimo.
Antes de deixar o palco, a cantora baiana desejou que os presentes tivessem uma noite inesquecível. E seria!

Skank entrou e ensandeceu a galera ao som de “Garota Nacional”, “É uma Partida de Futebol” enquanto uma chuva furiova castigava quem se encontrava no local. Mas isso não desanimou o pessoal que pulava para se aquecer com músicas do novo disco Velocia. Para encerrar com chave de ouro, eles chamaram ninguém menos que o pessoal do Cachorro Grande para tocar “Helter Shelker” dos Beatles e levar a multidão ao delírio.

Skank saiu para dar lugar ao show mais zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz da programação. MGMT não animou os brasileiros (também a maioria do público esperava a atração seguinte) nem durante suas músicas “Kids” e “Time to Pretend” entre outras…

Então a segunda ruiva da programação tomou seu lugar a palco e o Campo de Marte virou de um mar de gente morto para um maremoto sem fim, quando Hayley Williams começou a tocar “Still into you” do mais novo álbum e emendou com “That’s what you get”, um dos maiores sucessos do grupo do Tenessee. (Falei mais sobre o Paramore aqui)

Sobre o show do Kings of Leon não posso dizer, pois já tinha me retirado mais fiquei sabendo depois que foi o maior show da banda em território brasileiro.

Esperamos que o Circuito do Banco do Brasil, que ainda passará pelo Rio de Janeiro na próxima semana, continue assim ao longo dos anos, mitificando. E espero muito mais pelas mudanças de comportamento do público paulistano!

Perfil - Bia Sanz

Anúncios
comentários
  1. […] Banco do Brasil que contou com a presença da sua banda do coração, o Paramore. Vejam aqui e aqui dois textos especiais sobre os shows E trazendo um pouco de classe e requinte para esse espaço, […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s