Roupa Nova, reféns da própria formula

Publicado: 10 de fevereiro de 2015 em Fila Benário Fala
Tags:, ,

Roupa Nova
No último final de semana o grupo Roupa Nova esteve aqui na região se apresentando na tradicional Festa da Uva de Vinhedo (Interior de SP). A minha timeline do Facebook estava repleta de fotos de amigos que estiveram por lá. Provavelmente se a minha noiva não estivesse de plantão no dia com certeza estaríamos lá também, a pedido dela, claro.
Nada contra o Roupa Nova, pelo contrário, tenho um imenso respeito por esse grupo que há tanto tempo se mantém no mercado, sendo trilha sonora de diferentes gerações, e sempre com a mesma formação. Nem os Rolling Stones que é a banda mais eterna do mundo ficou imune a troca de formação, e o Roupa Nova esta lá intacto com o mesmo Line Up: Serginho (Bateria e Voz), Paulinho (Voz e percussão), Nando (Baixo e Voz), Kiko (Guitarra), Feghali (Violão) e Cleberson (Teclados)
Porém a minha ressalva em relação ao grupo é o fato de que eles poderiam ser ainda maiores do que já são, e não digo no nível popularidade, mais sim no nível musical.
Mas é claro que vai vir alguém aqui me xingar de burro por eu colocar em cheque a qualidade musical do conjunto. Não estou dizendo que o Roupa Nova não sabe tocar, isso seria uma tremenda insanidade da minha parte, dentro do grupo só há excelentes músicos, já estive presente em uma apresentação do grupo, também em uma Festa da Uva, só que na cidade de Jundiaí, e fiquei boquiaberto com a musicalidade dos integrantes, e principalmente com o trabalho vocal feito por eles com tamanha maestria e primor.
O Xis da questão é que o grupo ficou refém da própria formula, com toda a musicalidade aprimorada, o grupo tem culhão para soar como um Rush, arriscar em composições mais trabalhadas, soando com uma banda de Rock n’ Roll clássico, como eram lá no inicio quando ainda atendiam pelo nome de The Famks, mas se apequenam graças a um mercado não exigente e também aos fãs que não ligam pra qualidade musical e sim para sucessos, ficando na obrigação de tocar eternamente os hinos da cafonice: Dona, Anjo, Whiskey a Go Go, A Viagem, Clarear, entre outros.
Contra fatos não há argumentos, basta olhar a discografia do grupo: sete anos após lançar o seu último disco de inéditas, Através dos Tempos (1997), o Roupa Nova lançou o bombástico ROUPAcústico em 2006 sendo considerado até hoje o álbum mais vendido da banda, apresentando para um público mais jovem os principais sucessos da banda em releituras interessantes. Como em time que ta ganhando não se mexe, dois anos depois eles lançaram uma sequencia do álbum acústico, com os hits que faltaram no disco anterior como Começo, Meio e Fim, além de três inéditas e a participação da Claudia Leitte. O sucesso foi tão grande que o grupo ganhou DVD de Platina e Disco de Ouro em menos de mês de lançamento. Um estouro.
Acontece que no ano de 2008 a banda resolveu sair da zona de conforto, pegou os seus milhões muito bem ganhos e investiu em um sonho antigo, gravar no Abbey Road, lendário estúdio londrino que foi casa de ninguém mais ninguém menos que os Beatles, e sob o título de Roupa Nova em Londres saia o primeiro disco de inéditas depois de onze anos acompanhado de um DVD registrando as gravações na grande Meca da música. Mas pergunta se vendeu?
Em 2010 tava a banda de novo em mais um álbum ao vivo com os mesmos sucessos de sempre comemorando os 30 anos de carreira, e o último lançamento do grupo foi mais um DVD ao vivo, o Cruzeiro Roupa Nova, o título já denuncia: a banda tocando os hits de sempre a bordo de um Cruzeiro.
Talvez o problema não esteja no Roupa Nova, mas sim nos seus admiradores – seria sacrilégio chama-los de fãs – que se contentam com músicos excepcionais tocando a mesma coisa há trinta e cinco anos.

CURTA A NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s