O homem que vendeu (e mudou) o mundo!

Publicado: 23 de fevereiro de 2015 em Beatriz Sanz Fala
Tags:, ,

10997492_861578093907019_4621189862096522587_n
Por Beatriz Sanz

Aqui estamos nós, nos entretenha. Digo isso em tom de súplica com uma voz embargada pela saudade que é minha e também de milhões de pessoas.
Kurt Cobain se foi há quase 21 anos, por conta da maldição dos 27 e da perseguição de sua então e louca esposa Courtney Love.
Escrevo esse texto ao som de Lithium, minha música preferida da banda e que junta com muitas outras se tornou hino de toda uma geração.
O que seria do rock sem Kurt Cobain, me pergunto eu. A resposta, graça a um Deus que adora o som de uma guitarra violenta, não existe.
Então eu vim como eu sou, como eu era, como vocês queriam que eu fosse. E eu não acho que o Nirvana seja só uma banda. Eles são um marco, não apenas por sua sonoridade totalmente diferente do que existia até então, mas também por definirem o que seria o rock da década de 90. A banda possuía uma batida única, como se fosse composta por uma legião de almas atormentadas gritando em uníssono.
Eu faço parte dessa legião (urbana) [Peço desculpas pela brincadeira a tratar de um assunto tão sério, mas não resisti]. O ano era 2011, o mês era setembro e a MTV, que ainda era uma emissora aberta, fez um especial de um dia inteiro que só tocava Nirvana em homenagem ao aniversário do Nevermind [que é o melhor disco de todos os tempos, na minha humilde opinião]. Como fui feliz naquele dia.
O Nirvana, que nem existe mais, já me trouxe amizades internacionais (Querida Luisa, eu sinto sua falta!). Eu continuo ouvindo Nirvana todos os dias. É o meu grito de liberdade, é a maneira que encontrei para “desangustiar” minha alma.

Kurt, eu lhe agradeço, por ter me esperado um dia e por ter me ensinado que ninguém morre virgem, porque a vida fode todos nós.
Perfil - Bia Sanz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s