Aula de História Musical pra quem pede Intervenção Militar

Publicado: 18 de março de 2015 em Beatriz Sanz Fala

IM
No último domingo a final da Copa do mundo, ops, uma manifestação “pacífica” reuniu 210 mil pessoas na av. paulista, segundo o datafolha. O mesmo instituto de pesquisa afirmou que os coxinhas, ops, manifestantes pediam o fim da corrupção.
Porém o que foi visto ficou um pouco além. Diversas faixas e cartazes pediam uma intervenção militar. Como aluna de escola pública eu entendo que este capítulo particular da nossa história não é bem retratado em sala de aula. Não por conta dos professores, mas o próprio governo (estadual que cuida das escolas estaduais, portanto tratar com Sr. Geraldo Alckmin) não considera que adolescentes tenham capacidade para entender esse assunto.
Considerando esse ponto importante, resolvi tirar um pouco do meu disputado tempo para dar uma aula de história pra vocês. Mas pra não ficar aquela coisa chata, batida, vou fazer uma aula musical! Trarei letras de compositores brasileiros (alguns tiveram que se auto exilar por conta das ameaças) que retratam essa parte obscura e tão recente do nosso passado.

Chico Buarque – Angélica
Pra quem não sabe Zuzu Angel foi uma estilista brasileira casada com um americano que teve seu filho e sua nora assassinados pela Ditadura. Ela passou a lutar pelo direito de enterrar o corpo de seu filho, se tornando também uma vítima da ditadura. Ela enviou cartas para diversas personalidades dentro e fora do Brasil, incluindo Chico, que só leu sua carta após a remetente ter sido assassinada, então compôs essa canção.
Sua história é contada no filme Zuzu Angel, com uma belíssima interpretação de Patrícia Pillar.

Chico Buarque – Cálice
“Pai, afasta de mim esse CALE-SE de vinho tinto de sangue”. Preciso dizer mais?

Geraldo Vandré – Pra não dizer que não falei das flores
Você pode ter ouvido essa música sem nunca ter se tocado do seu teor político. Isso aconteceu comigo a vida inteira, até eu descobri que os soldados armados ou não eram os militantes da esquerda.

O Bêbado e a Equilibrista – de Aldir Blanc e João Bosco (Inesquecível na voz da inesquecível Elis)

Edu lobo – Ponteio

Belchior – Como Nossos Pais (bota elis nessa vitrola, DJ)

Caê (pra mim que sou íntima) – Alegria, Alegria

Racionais Mc’s – Marighella (as mil faces de um homem leal)
Pra finalizar eu só gostaria de lembrar que a ditadura não acabou nas periferias, onde jovens continuam sendo assassinados.

Agora que já tivemos nossa aula, quero que vocês gritem contra a corrupção, podem até pedir impeachment (se houver bases comprovadas como a legislação pede), mas pelo AMOR DE DEUS, nunca mais peçam por intervenção militar, ok? Até a próxima aula e a Taça do Mundo é nossa! Vai que é hexa Brasil!!!!

****Meu objetivo não é o de humilhar ninguém, espero que vocês tenham se divertido e se emocionado lendo****
Perfil - Bia Sanz

Anúncios
comentários
  1. Bruno Vieira disse:

    Boa tarde Beatriz. Massa seu post! Não tenho muito conhecimento disso(como você, eu também me formei em escola pública e tive que estudar por fora, vários assuntos não abordados), a ditadura foi e continua sendo um marco terrível na história do Brasil, principalmente para os músicos citados por você. Mas sei lá, acredito que o Exército seja neutro e a intervenção militar que alguns estejam pedindo seja por isso! Mas como poucos sabem, o Exército só pode tomar parte quando todos os outros meios não funcionarem. Mas estes realmente não sabem o que pedem! Só pra acrescentar, se é que tenho essa liberdade, mesmo sendo um marco terrível, principalmente para os compositores e intérpretes, foi também uma época importantíssima para a música Instrumental Brasileira, já que o primeiro alvo da censura era a palavra, os músicos protestavam “falando” com seus instrumentos… Salve o Corinthians, ops, o Brasil !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s