Especial, Fila Benário Fala

Quando o amor pela música vem do berço

382647_205266966227788_337107316_n
Você já se perguntou: de onde vêm o nosso gosto musical? Afinal de contas como moldamos o nosso caráter sonoro? Será que é algo que vêm do nosso consciente, ou a influência familiar também colabora?
Há tempos anseio em escrever algo relacionado, em cima de pesquisas, entrevistas e contato pessoal. Se futuramente virará um grande estudo, uma descoberta, só Deus sabe, mas o pontapé inicial foi dado.
Entrevistei recentemente uma grande amiga minha, a Fabiana Gobi Cuberos, ela tem 34 anos, e está na sua terceira gestação, esperando a sua primeira menina, a Maria Clara, que ao lado dos irmãozinhos Luiz Guilherme (4 anos) e Daniel (1 ano), trará muita luz e alegria para essa família.

Da esq pra dir: Fabiana com a Maria Clara na barriga, Daniel, Luiz Guilherme e o esposo Fábio
Da esq pra dir: Fabiana com a Maria Clara na barriga, Daniel, Luiz Guilherme e o esposo Fábio

A escolha pela Fabiana foi obvia em dois sentidos, primeiro pelas gestações em curto período, e segundo pela paixão musical que move a família. Fabiana e o seu esposo Fábio Cuberos (36), participam juntos de um ministério de música da Igreja Católica, Unidos Por Cristo, ela como vocalista e ele como baterista. Mas será que esse amor pela música dos país foi transmitido para as crianças? E a Maria Clara? Será que nascerá em berço esplendido musical? Acompanhe abaixo o relato da própria Fabiana.

“Na gravidez do Luiz Guilherme, eu ouvi muita música, mas muita mesmo. Ele era super calmo, mas quando se tratava de música, ele mexia muito dentro da minha barriga”, relembra aos risos a mamãe coruja.

“Uma música que escutei muito na gestação dele foi Vitória no Deserto”, da cantora gospel Aline Barros, “e foi incrível porque eu só ouvia ela praticamente, e depois que ele nasceu nas horas do choro eu sempre colocava esta música pra ele e ele inacreditavelmente parava de chorar e ficava com os olhinhos estalados prestando atenção”, recorda.
Hoje ela vê futuro musical no pequeno Gui: “de lá pra cá ele é um amante de música, é super afinado, canta como um passarinho, a maioria dos filmes que ele assiste é musical, e um filme que não seja tem que ser muito bom pra prender a atenção dele” salienta Fabiana que ainda revela “Acho que por isso, ele é super calmo e tranquilo”.

O pequeno Luiz Guilherme no piano
O pequeno Luiz Guilherme no piano

A participação de Fabiana no período de gestação em um coral, também colaborou ainda mais para a bagagem musical do pequeno Luiz Guilherme.

E se gravidez do Luiz Guilherme foi tranquila, o mesmo não se pode dizer do pequeno Daniel: “A gestação do Dani foi um pouco mais agitada, por conta da abertura da escolinha”, Fabiana é uma das proprietárias da escola de educação infantil Planeta Kids em Várzea Paulista (Interior de SP). “Descobri que estava grávida dele quando estávamos abrindo a mesma, então foi uma gestação mais na correria, mais tumultuada, não parei um segundo, me estressei mais, fiquei mais agitada, chorava demais do nada”, relembra. “Tanto é que o Dani é muito elétrico, não para um segundo, gosta de música também, mas não é uma coisa que prende a atenção dele”.

Daniel criando intimidade com a guitarra
Daniel criando intimidade com a guitarra

E agora aguardando a chegada do terceiro filho, a primeira menina da família, Fabiana diz como está a preparação da pequena Maria Clara: “nesta gravidez agora está sendo meio a meio da gestação dos 2”, diz a mamãe dando gargalhadas, deixando bem claro que mesmo na correria não abriu mão da sua paixão musical: “tenho ouvido muita música durante a gestação, e a Maria Clara adora, ela é bem sapequinha”. Revela a mamãe.

Fabi na espera da Maria Clara
Fabi na espera da Maria Clara

Sobre o gosto dos filhos pela música, Fabiana é bem categórica: “acho que o que ajudou muito foi o fato de eu fazer parte do ministério de música da Comunidade, estar no meio de pessoas do ramo, a minha vida é música, eu amo, e com certeza se eles quiserem vou incentivar a isso”.

Em Tempo: Hoje na parte da tarde, Fabiana entra em trabalho de parto, dando a luz a tão esperada Maria Clara.

Felicidades para toda família

Já já chega a vocalista dessa banda
Já já chega a vocalista dessa banda
Anúncios

2 comentários em “Quando o amor pela música vem do berço”

  1. Parabéns Fabiana Cuberos, pela família linda que Deus confiou a você, e pelo maravilhoso depoimento.Também acredito que a música é uma ferramenta poderosa nas mãos dos educadores, como você disse que esse seja um ponto de partida, e que esse bate papo gostoso e super interessante tome proporções maiores e chegue ao conhecimento de todos, Abraços de seu amigo e fã, Marcos Nunes. http://www.marcosnunes.art.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s