35 Anos de Sexta-Feira 13 e a sua trilha sonora assustadora

Publicado: 20 de maio de 2015 em Cinema, Fila Benário Fala
Tags:, , ,

Pamela-Voorhees-1024x587

No início do mês de maio, um grande clássico do gênero terror comemorou 35 anos de lançamento: Friday the 13th, traduzido no Brasil como Sexta-Feira 13, ou simplesmente conhecido por aqui como o “Filme do Jason”.

Sexta-Feira 13 foi lançado no dia 3 de maio de 1980, dirigido, produzido e idealizado pelo diretor americano Sean S. Cunningham, com o roteiro de Victor Miller.
friday_the_13th1980
Apesar de ser primeiro longa da saga de 10 filmes que a série sexta-feira 13 iria ter posteriormente, mitificando um dos maiores serial killer da cultura pop, o mudo Jason Voorhees, o filme de baixíssimo orçamento, pegou carona no sucesso do longa Helloween (1978) e trazia uma história original:

“Em 1958, um casal de adolescentes foge de um acampamento para passar uma noite romântica juntos, mas os dois são perseguidos por um assassino e mortos a facadas. Em 1979, os dirigentes do acampamento Crystal Lake decidem reabrir o local, apesar do trauma que ainda marca a cidade. Quando novos monitores são contratados, eles começam a desaparecer mais uma vez, assassinados brutalmente, um por um”

No final do filme, um grande twist – já não é mais spoiler, afinal de contas o filme completou 35 anos, né minha gente? – o grande assassino nada mais é que Pamela Voorhees, que havia sido cozinheira do acampamento Crystal Lake no ano de 1957, e assistiu o seu filho, o pequeno Jason Voorhees, morrer afogado no lago enquanto os monitores negligentes faziam sexo. Como vingança passou a matar todos, impedindo a reabertura do acampamento.

O filme que custou 500 mil dólares para os estúdios da Paramount, baixo orçamento comparado à grandes produções da época, lucrou absurdos 40 milhões de dólares nos cinemas do mundo todo, obrigando o estúdio a projetar uma sequência no ano seguinte, aproveitando o final aberto do primeiro filme, onde o jovem Jason aparece no lago Crystal Lake, considerada por muitos uma das cenas mais assustadoras da história do cinema.

E para embalar um filme tão histórico como esse, uma trilha sonora tinha que estar a altura, e o procurado para ofício foi o músico Harry Manfredini. Vindo de Chicago (EUA), Harry começou a carreira na música clássica, até se tornar músico de Jazz. Entrou no ramo da trilha sonora na década de 70, o seu primeiro trabalho foi no filme Here Come the Tigers em 79, de Sean S. Cunningham.

Harry Manfredini

Harry Manfredini

Quando Cunningham começou a produzir o Sexta-Feira 13 em 1980, não pensou duas vezes, contou com a mão santa de Manfredini, que criou um tema simples, porém emblemático, que se arrastou nos demais filmes da franquia.

Nos anos 80, a trilha sonora era peça fundamental da construção de um filme, ela ajudou a criar ambientes, fundamentar um clima e aumentar a tensão e suspense sobre a cena assistida. E a trilha sonora dentro do gênero terror sempre foi essencial. Imagine Psicose (1960) de Alfred Hitchcock sem aquela trilha sinistra. E aquele pianinho macabro tocado durante O Exorcista (1973)? Helloween que era o filme da vez na época, tinha uma trilha mais do que estupenda também tocada no piano. E como seria a trilha de Sexta-Feira?

Harry Manfredini usou de efeitos simples, porém precisos, dentro de efeitos de fantasmagóricos tocado em piano e violinos, Manfredini inseriu aquela que seria a marca registrada da trilha, o som “Ki ki – Ma ma” uma abreviação para “Kill Mama”, traduzindo, “Mate Mamãe”, um pedido do filho Jason para que sua mãe Pamela vingue sua morte.
tumblr_mco707vyVV1qi6wtco1_500
A trilha sonora foi um sucesso e Harry Manfredini garantiu o seu papel em mais sete filmes da franquia (Sexta-Feira 13 parte 2, 3, 4, 5 e 6, Jason vai Para o Inferno e Jason X).

Por trás de todo grande filme, há sempre uma grande trilha.

Obrigado mestre Manfredini.

Ouça a trilha completa abaixo:

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s