Músicas com a mesma duração da luta de Ronda Rousey

Publicado: 3 de agosto de 2015 em Fila Benário Fala
Tags:, , , , ,

Ronda

TRINTA E QUATRO SEGUNDOS foram suficientes para a americana Ronda Rousey levar a brasileira Bethe Correia beijar a lona do UFC Rio no último sábado, 1 de agosto.

Depois de uma série de provocações por parte da brasileira pra cima da lutadora e atriz hollywoodiana, chegando até a polemizar dizendo que “que depois da derrota, não era para Ronda se matar”, uma tremenda brincadeira de mau gosto, levando em consideração que o pai de Rousey cometeu suicídio quando a mesma tinha apenas oito anos de idade.

Ronda entrou no octógono raivosa e com apenas 34 segundos estraçalhou Bethe, e ainda teve sangue frio para olhar na cara adversária estribuchada no chão e dizer: “Don’t Cry” (Não chore).

E foi aproveitando esse gancho que selecionei aqui quatro músicas especiais que tem a mesma duração da luta entre Ronda x Bethe, exatamente 34 segundos.

Apesar de alguns vídeos marcarem duração maior do que o estimado, o tempo oficial das canções é de 34 segundos.

No FB (Descendents)
Os precursores do chamado Poppy Punk, a banda que influenciou Dave Grohl (Foo Fighters), Mark Hoppus (Blink 182) e Mike Fat (NOFX) a terem uma banda, os Descendents eram mestres em compor canções curtas, que não passavam da casa do um minuto de duração. E essa perola do segundo disco da banda, I Don’t Wanna Grow Up (1985), tem a incrível duração de 34 segundos.

Coffee Mug (Descendents)
Em 1996 o Descendents voltou a ativa após um hiato que levou cerca de nove anos. Everything Sucks, o disco lançado que marcava a volta da banda é considerado por muitos a sua maior obra prima, e o disco mais importante de Punk Rock dos anos 1990. E lá estava Coffee Mug, a música de 34 segundos.

Bricklayer (Hüsker Dü)
Se Everything Falls Apart (1983), o disco de estreia do Hüsker Dü, o mais famoso Power trio de Punk Rock, peca pela falta de produção, não podemos dizer o mesmo em relação as suas canções que são pesadas e raivosas como os socos de Ronda na cara de Bethe.
E apesar do vídeo abaixo marcar 56 segundos, Bricklayer tem 34 segundos de pura porradaria e insanidade.

Hurry Up And Wait (Lagwagon)
E o Lagwagon do pequeno notável Joey Cape é o que podemos chamar de filho prodígio das duas bandas citadas acima, por beber justamente da fonte das mesmas ao aliar peso com melodia e velocidade.
Em seu álbum mais cultuado, o Let’s Talk About Feelings (1997), tem também uma canção que serviria perfeitamente para trilha do confronto entre Rousey x Correia, a bacaníssima Hurry Up And Wait.

Don’t Cry galera e curtam as músicas ai.

zoacao_7

Anúncios
comentários
  1. Wag Souza disse:

    No underground Brasileiro dos anos 2000, naquela coletânea que vc conhece bem, “30s é muito” tem um monte… hehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s