UPC, a história do Ministério de Música que virou Comunidade de Aliança

Publicado: 9 de outubro de 2015 em Fila Benário Fala, Homenagem
Tags:, , , ,

12077333_1020607661340513_1698899382_n

O que faz todo jovem que gosta de música e por ventura sabe tocar algum instrumento musical? Simplesmente ele monta uma banda. Isso é fato.
Se ele gosta de Rock n’ Roll, então ele reunirá amigos da mesma faixa etária e atormentarão a vizinhança toda fazendo barulho em uma garagem qualquer – assim como esse editor já fez inúmeras vezes na adolescência – Se o jovem segue alguma religião, ele usará o seu dom da música para evangelização.
Mas o que fazer quando a música abre portas para algo maior e até mesmo impensável? Foi que aconteceu há exatos dez anos com o até então Ministério de Música UPC, que hoje se tornou a Comunidade de Aliança, Unidos Por Cristo.

O Ministério UPC (Unidos Por Cristo) foi fundado na cidade de Várzea Paulista, interior de São Paulo, no dia 9 de outubro de 2005, pelos irmãos Luiz Felipe e Fábio Cuberos, ambos formavam a cozinha da banda tocando Baixo e Bateria, respectivamente. Ainda completava o Ministério a vocalista Fabiana Gobi, na época noiva de Fábio. Saulo Pinho também fazia os vocais, e a dupla Rodrigo Toledo (Guitarra) e Cleber Souza (Violão) completava o trio de cordas. “O objetivo do ministério até então era apenas realizar uma apresentação para parentes e amigos”, explica o guitarrista Rodrigo, também conhecido como Digo.

Ministério UPC em 2005, em sentido horário Fabiana Gobi (Voz), Fábio Cuberos (Bateria), Felipe Cuberos (Baixo), Rodrigo Toledo "Digo" (Guitarra), Cleber Souza (Violão) e Saulo Pinho (Voz)

Ministério UPC em 2005, em sentido horário: Fabiana Gobi (Voz), Fábio Cuberos (Bateria), Felipe Cuberos (Baixo), Rodrigo Toledo (Guitarra), Cleber Souza (Violão) e Saulo Pinho (Voz)

A citada apresentação aconteceu no dia 12 de novembro do mesmo ano. Porém, a partir daquele marco, o ministério passou a ter a agenda cheia: “Depois dessa apresentação, o UPC passou a ser chamado para tocar em vários eventos da igreja, como semanas jovens, retiros, entre outras coisas”, relembra Digo.

No ano seguinte, precisamente no dia 12 de fevereiro, o ministério cresce em força e em membros, contando com um corpo de dança, responsável pelas coreografias das canções tocadas pela banda, além de um ministério de intercessores, responsáveis em realizar orações em intenção ao trabalho ministerial do grupo. Tais “aquisições” já eram vistas e sentidas como um grande diferencial: “Hoje compreendemos como a providência de Deus, pois já eram realizados retiros internos entre os membros, vigílias, teatros, gestos concretos e formações, sendo ‘somente um ministério de música’”, salienta.

Com o passar do tempo, Luiz Felipe, um dos fundadores do ministério, foi sentindo algo diferente e se colocou a disposição de descobrir o que seria essa inquietação: “De repente eu comecei a sentir que Deus queria algo diferente, eu gostava de tocar contrabaixo, mas para Deus só aquilo não bastava, eu precisava fazer algo mais”, revelou Felipe em uma palestra para jovens católicos no ano de 2013, na Paróquia São Roque, na cidade de Jundiaí.

E foi dessa inquietação que surgiu a ideia do ministério se tornar uma Nova Comunidade: “De inicio uma Comunidade de Aliança, mas logo mais também uma Comunidade de Vida”. Explica Digo.

Para contextualizar, “Comunidade de Aliança” é formada por membros que vivem uma consagração exigente e proposta pela comunidade, sem se desprender das suas atividades seculares, como trabalho e faculdade, além de conviver junto com os seus familiares.
Já a “Comunidade de Vida” é a forma em que os membros vivem uma consagração radical, vivem de forma comunitária dividindo os mesmos bens e teto, seguindo um regime disciplinar. Além de renunciar as atividades seculares.

Como Comunidade de Aliança, as atividades e encontros realizados pela UPC, agora seriamente intitulada de Unidos Por Cristo, aconteciam na própria casa do Luiz Felipe, que pegou pra si a responsabilidade de fundador e doutrinador da comunidade. No ano de 2012, a sede da Comunidade foi transferida para uma chácara no bairro do São Guido, também em Várzea Paulista, no qual se encontra até hoje.

A comunidade Unidos Por Cristo na nova sede

A comunidade Unidos Por Cristo na nova sede

A nova instalação conta com quartos para realização de retiros espirituais, uma imensa sala de reunião, e principalmente da capela no qual são realizadas as missas e celebrações.

Trilhando no caminho da evangelização e buscando vivenciar o que pede a doutrina católica, no dia 15 de março de 2011, o Bispo Diocesano de cidade de Jundiaí, Dom Vicente Costa, autorizou a Unidos Por Cristo a vivenciar o chamado “Ad Experimentum”, uma experiência de cinco anos no qual a comunidade é acompanhada de perto pelo reverendíssimo. Após esse período ele irá autorizar ou não a continuidade da mesma.

Em dez anos a UPC realizou diversas atividades, entre elas, aquelas que entraram para o calendário anual da comunidade como a “Novena de São Francisco de Assis” que acontece entre o final de setembro e começo de outubro. O “Encontro Vocacional” que tem a premissa de compor a comunidade com novos membros, ou até mesmo ser apenas um impulso para que o jovem venha descobrir qual é a sua real vocação. E recentemente o grupo tem realizado “Famílias em Alvéolos”, no qual se dividem em grupos de casados e solteiros para estudar os documentos da igreja, sobre a importância da família na igreja.

Pensando no próximo e sendo um dos carismas da comunidade a Caridade, a Unidos Por Cristo realiza todos os sábados entrega de lanches para moradores de rua.
E pensando nas famílias que necessitam de restauração, foi criado o grupo “Missionários da Misericórdia” dentro da própria comunidade, com intuito de rezar o terço nas casas de famílias.

12083648_1021152604619352_1585737523_n

Hoje a Comunidade Unidos Por Cristo conta com 31 membros ativos: “Muita gente já passou por aqui, mas quem realmente sente o chamado de Deus, fica”, me confidenciou o fundador Luiz Felipe em recente conversa.

E o Ministério de Música, a gênese original da comunidade, continua firme e forte e com novos membros em sua formação: Aline Maquedo (Voz), Silmara Gonçalves (Voz) e Gustavo Prado (Violão), Rafael Cardoso (Bateria), Thaís Rio (Teclado). Da formação original, aquela que estreava há exatos 10 anos, Saulo Pinho é o único que continua no ministério, os demais integrantes realizam outras tarefas dentro da comunidade.

O Ministério UPC hoje

O Ministério UPC hoje

“A UPC busca levar a o nosso carisma, a ‘Alegria Restauradora do Amor de Cristo’, aonde assim é o desejo do Senhor”, finaliza Digo.

Conheça mais o trabalho da Unidos Por Cristo no seu Facebook oficial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s