O show histórico do Pearl Jam

Publicado: 21 de novembro de 2015 em FBM Convida
Tags:,

 

PJ 1

Reprodução Camila Cara Fotografia

E no FBM Convida de hoje teremos o imenso prazer de receber no nosso humilde espaço a estudante de jornalismo e editora do blog Desarmando a Censura, Juliana Almeida.
Ela esteve presente no show do Pearl Jam no último final de semana no estádio do Morumbi e conta essa experiência fantástica pra gente aqui no FBM.
É com você, Ju!


 

Por Juliana Almeida

Com um repertório fantástico que foram do disco novo até as queridinhas da galera, Pearl Jam fez mais um show inesquecível na noite do dia 14 de novembro no estádio do Morumbi.

A turnê Lightning Bolt que começou em 2014 marca os 25 anos da banda. As novas músicas trazem um Pearl Jam mais maduro que ainda não perdeu suas origens. Eles começaram em 1990 com a formação Eddie Vedder no vocal, Jeff Ament no baixo, Stone Gossard e Mike McCready na guitarra. Seu primeiro álbum foi o aclamado Ten, que decolou a banda grunge nas paradas de sucesso. Apesar de o álbum ter demorado um pouco para fazer sucesso, as músicas Alive, Jeremy e Even Flow se tornaram as queridinhas do público.

(reprodução MROSSIFOTO)

(reprodução MROSSIFOTO)

A banda, preocupada com a qualidade do show, pensou em cada detalhe, o show de luzes com o logo do novo álbum, os raios acompanhavam os ritmos das músicas mostrando a produção impecável.

(reprodução Camila Cara Fotografia)

(reprodução Camila Cara Fotografia)

Eddie Vedder preocupou-se em falar em português a maior parte do show, e quando falava em inglês gesticulava e sempre perguntava se todos o entenderam. Sem banda de abertura, abriram o show sem atrasos, presenteando os fãs com 3 horas insanas de show. A playlist foi:

PJ 4

Mudando pouquíssimas músicas nos shows, em cada cidade que passaram fizeram um show memorável, mas esse em São Paulo deixou um gostinho de quero mais.

O último show da banda no Brasil foi em 2013 quando tocaram no festival Loolapalooza, mas ano passado Eddie fez um show solo aqui, voz e violão mostrando seu trabalho divino.

A pouca chuva nada interferiu na qualidade show. Quando a chuva enfim cessou e eles começaram a tocar “Better Man”, este (para mim) foi o ápice do show, uma vibe que só quem é muito fã de uma banda conhece.

Fica aqui o link pra quem quiser sentir o arrepio na alma

A banda fez uma homenagem para John Lennon tocando ‘Imagine’ em voz e violão, que até para mim que não sou a mais chegada nos Beatles, aplaudiu a performance que ficou maravilhosa!

E pra quem, como eu, sempre quis gritar “It’s evolution, baby!” não ficou decepcionado seguida da música “Hail, Hail”, digo e repito este show foi pra todos os que são fãs e os que não são muito.

Essa foto é o resumo da lavação de alma que foi este show com chuva, com essas músicas fantásticas e que só o Pearl Jam tem o dom de fazer.

(reprodução Camila Cara Fotografia)

(reprodução Camila Cara Fotografia)

Faltaram algumas músicas como “Daughter”, “Last Kiss” e “Just Breathe”, mas não deixaram o show com lacunas, eles preencheram com outras as músicas que nos deixaram com vontade de ir a outros e outros shows.

 

Pra finalizar vou fazer um top 10 minhas músicas preferidas deles:

 

1. Black – A letra, a melodia, a voz. Esse conjunto me conquistou aos 5 anos de idade ou antes.I take a walk outside I’m surrounded by some kids at play I can feel their laughter so why do I sear?”

2. Yellow LedbetterAnd I know and I know I don’t want to stay. Make me cry.”

3. Sirens – A música que me fez perceber que mesmo depois de 25 anos, essa banda ainda conseguiria mudar a minha vida. “Knowing that nothing lasts forever I didn’t care, before you were here, I danced in laughter with the everafter but all things change, let this remain”

4. Just Breathe – Faltou no show, mas essa música derrete corações. Did I say that I need you? Did I say that I want you?”

5. Jeremy – pra quem não conhece a história da letra:
Leia aqui

6. I Am Mine – “The in between is mine. I am mine.

7. Love Boot CapitainIs this just another day, this God forgotten place? First comes love and then comes pain, let the games begin.”

8. Better Man – “She dreams in colors, che dreams in red. Can’t find a better man

9. Daughter – “She holds the hand that holds her down…She will… rise above”

10. Do The Evolution – “It’s evolution, baby”

Foi difícil encontrar palavras pra descrever esse show. Foi difícil escolher as minhas 10 preferidas da banda. Eu tô arrepiada até agora.


Ju

Juliana Almeida é estudante de Jornalismo na FAPSP e editora do blog Desarmando a Censura

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s